Funcionários do Twitter são obrigados a trabalhar e casa

A rede social Twitter divulgou mais uma medida para prevenção do coronavírus e segurança dos seus funcionários. Os 4.900 funcionários da empresa receberam a orientação de trabalhar em casa, sem data para retorno.

Os funcionários da filial do Twitter em Hong Kong já e Hong do Sul, locais de maior caso de doentes, já tinham sido obrigados a trabalhar em casa, por conta do surto da doença desde o início de março. Outras regiões também foram orientadas pela empresa a trabalhar nas suas casas.

No seu blog, a rede social anunciou: “Entendemos que esta é uma decisão sem precedentes, mas estes são tempos sem precedentes”. A declaração foi feita no mesmo dia do anúncio em que  coronavírus tinha se tornado numa pandemia pela Organização Mundial da Saúde, na quarta-feira, dia 11 de março.

Segundo o Twitter, a segurança e a saúde das pessoas que trabalham na empresa é o que importa: “Também temos responsabilidade de apoiar as nossas comunidades, aqueles que são vulneráveis e os profissionais de saúde que estão na linha de frente dessa pandemia”.

Os funcionários da empresa enquanto estiverem fazendo os serviços em casa receberão normalmente os seus pagamentos e também a cobertura total dos gastos, até mesmo para montagens dos escritórios em casa. Até mesmo os gastos pelo fato das crianças não estarem na escola, por conta da pandemia, serão cobertos pela organização. “Como parte de nosso suporte contínuo a benefícios globais, o Twitter está agindo para diminuir o impacto de despesas adicionais que pais podem estar enfrentando”, declarou a empresa.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.