CHINA vai destruir DINHEIRO por causa do CORONAVÍRUS

A China tem mostrado todo empenho para combater o coronavírus. Um hospital foi construído em dez dias, e as regiões onde a epidemia está mais crítica já estão sendo isoladas. Até mesmo a economia mundial tem sido afetada com alguns métodos adotados pelo país.

São 71 mil casos confirmados no mundo, e mais de 1,7 mil mortes causadas pelo vírus. Outra medida da China, para impedir o contágio foi de destruir o dinheiro.

A princípio, as cédulas possivelmente infectadas serão recolhidas, lavadas, e depois devem passar pela aplicação de uma desinfecção com laser ultravioleta. E antes retornar à circulação ficarão guardas por 14 dias.

Porém, em regiões mais críticas, o dinheiro poderá literalmente ser queimado, como medida preventiva. Como compensação, o governo anunciou que pode emitir até quatro bilhões de yuans, o equivalente a R$ 2,5 bilhões.

Já em regiões extremamente críticas, o dinheiro poder ser até queimado. Mas para compensar, o governo poderá emitir até quatro bilhões de yuans, que equivale há R$ 2,5 bilhões.

Essas novas medidas, foram motivadas pela descoberta que o novo coronavírus, sobrevive mais tempo que o previsto fora do corpo. Esse agravante, motivou a Nintendo a cancelar a pré-venda do Nintendo Switch, e a Foxconn a transferir a sua produção de iPhones para fora das suas principais fábricas.

Além de tudo, o país criou um aplicativo, para avisar a população se alguma pessoa que pode ser portadora do vírus está próxima. Pode parecer rádical, porém tem justificativa no método de segurança permanente da China.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.