Depois da Google fazer o lançamento dos novos smartphones Pixel 4 e Pixel 4 XR na semana passada, o público já sentiu falta dos recursos que não apareceram: rede móvel 5G e gravação em 4K em 60 fps.

De acordo com a declaração oficial da empresa no seu perfil na rede social Twitter, o intuito da empresa foi melhorar a qualidade da câmera na gravação das imagens em 1080p em vez de colocar a resolução em 4K com 60 fps.

“O Pixel 4 suporta gravação de vídeo em 4k na câmera traseira a 30fps. Concluímos que a maioria dos usuários usa 1080p, por isso concentramos nossa energia em melhorar nossa qualidade nesse modo, em vez de ativar um modo de 4k a 60fps que pode usar até meio gigabyte de armazenamento a cada minuto.”

Uma das justificações da Google utilizar a tecnologia 4K em 30 fps e não em 60 fps, foi o tamanho da gravação que pode ocupar cerca de 500 MB por minuto gravado.

Mais uma função que os usuários reclamaram foi a falta do armazenamento limitado e grátis para fotos em alta qualidade, que não foi colocado nos modelos Pixel 4 e 4 XR.

Vale lembrar que, durante a própria apresentação de lançamento, a Google chegou a se expressar a respeito de optar por uma segunda lente teleobjetiva, no lugar de incluir um sensor grande-angular.

Não podemos esquecer que a marca optou por não usar a lente grande-angular para usar uma câmera secundária teleobjetiva,

Share.
Leave A Reply