Usuária perde US$1500 por não ter reembolso da Apple

A Apple possui regras bastante rígidas para reembolso dos usuários dos produtos da marca da maça, afim, de evitar fraudes e enganos.

Quando uma promoção é lançada, oferecendo um aplicativo para que o público possa ser testado por um tempo determinado, o valor é descontado e será devolvido se a pessoa seguir a política de privacidade da empresa.

Uma usuária da Inglaterra não conseguiu recuperar US$1500, cerca de R$8.000 na conversão. A questão é que a sua irmã com deficiência mental baixou vários apps pagos e assinou no seu iPad, pois o cartão de crédito estava cadastrado.

Logo depois de saber o que tinha acontecido, vendo a fatura do cartão de crédito, já era tarde de mais para tentar recuperar o dinheiro.

Se a usuária não conseguir comprovar que a compra foi por engano, e também porque sua irmã tinha deficiência, o valor não será devolvido.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.