Recurso do Google Maps vai ajudar motoristas a se afastarem de acidentes

Há algum tempo o Google anunciou mudanças no aplicativo Maps, uma delas é que ele dará aos motoristas a sugestão que economize mais combustível e seja mais ecológica. Agora o app contará com a alternativa para evitar rotas onde que geralmente acontecem muitos acidentes.

A intenção é diminuir o movimento em estradas e rodovias perigosas, mostrando caminhos alternativos, o que pode reduzir os acidentes. Segundo o portal Auto-Evolution, por ano mais de 100 milhões de eventos de frenagem brusca possívelmente seriam evitadas se o Google Maps direcionasse os motoristas a para rotas mais seguras.

O aplicativo fará o levantamento de frenagens bruscas em tempo real. Quando a IA identificar o aumento delas no decorrer de uma rota, serão sugeridos caminhos alternativos. O Google explicou, que se isso ocorrer significa que algo não está correto, pode ter acontecido um acidente na pista, ou um semáforo foi desligado, ou a visibilidade pode estar baixa por conta da neblina.

5 formas de usar o google maps para empresa ? Sim!

O Google Maps vai analisar os sensores que são colocados dentro dos dispositivos móveis dos motoristas para confirmar se uma estrada é perigosa. Acelerômetros e giroscópios podem detectar partes da estrada onde houve uma lentidão inesperada, indicando assim uma frenagem brusca. Porém, não se sabe se o app vai conseguir ser exato e realmente identificar esses eventos.

Para serem mais precisos, os desenvolvedores vão cruzar dados e verificar se o motorista pisou no freio ao longo do trajeto percorrido. Inclusive serão analisadas as ações feitas por outros veículos que transitaram pela mesma estrada ao mesmo tempo, para de determinar se aquele evento já aconteceu com outros motoristas.

Desta forma fica explicado que o número de freadas bruscas é o que vai indicar o perigo das estradas. O recurso dever ser liberado para Android e iOS do Google Maps, no entanto, não foi divulgada em qual data.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.