Jornalista chinesa é presa por fazer denúncias do início do Covid-19 na Chna

O início do coronavírus foi na China, segundo estudos foi na cidade de Wuhan, e surgiu de animais exóticos que foram consumidos pelas pessoas. Depois o vírus se espalhou para outras cidades, e então, para o mundo todo.

Quando o Covid-19 apareceu, Zhang Zhan, uma jornalista chinesa de Shanghai, fez o relato de algumas informações sobre o início do surto no país e agora divulgou para o público.

Por ter feito isso, a repórter foi acusada pelo governo da China de causar distúrbios e promover boatos sobre a pandemia, o que fez com que ela fosse condenada a quatro anos de prisão.

Zhang publicou nas suas páginas das redes sociais que a pandemia estava fora de controle, os hospitais estavam cheio e sem conseguir atender tantos casos da doença, contrariando o que o país estava falando oficialmente.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.