Android 5.0 Lollipop – Review

Atualizações grandes em sistemas operacionais sempre deixam usuários e fãs ansiosos, pois em questão de poucos minutos, tudo aquilo que você utilizava no seu dia-a-dia se torna completamente novo e, geralmente, essas mudanças deixam o sistema melhor e mais bonito. Foi exatamente isso que aconteceu com o Android 5.0 ou Lollipop, uma das maiores atualizações de todos os tempos do sistema da Google. Com um visual moderno, novo sistema de notificações e várias outras novidades, a atualização deve agradar a maioria dos usuários. A nova versão do sistema já está disponível diretamente de fábrica no Nexus 6 e no Nexus 9, e a atualização já chegou para os Nexus 4 e 5. Testamos o sistema em um Nexus 5, confira nossa análise!

Design

A novidade mais perceptível e, talvez a maior de todas as novidades, é a nova interface do sistema. Esse visual foi batizado pela Google de “Material Design”. O estilo flat deixou o sistema com uma cara muito mais moderna, sem dúvidas o novo Android é o mais bonito já desenvolvido pela Google.

Android-5.0-Lollipop-lockscreen-homescreen

Uma das principais características do Material Design são as animações. Em praticamente qualquer ação do sistema existe algum efeito de transição. Além de dar uma impressão de maior fluidez ao sistema, a intenção da Google com isso foi fazer com que cada coisa que surge na tela tenha um lugar de origem e um lugar para onde vai desaparecer quando for fechada. Por exemplo: ao clicar no menu, ele abre a partir do ícone, ao invés de simplesmente aparecer na tela. Quando voltamos para a tela incial, o menu fecha voltando para o local de origem: o ícone. O mesmo acontece, por exemplo, com qualquer aplicativo. Quando tocamos no ícone de algum app, ele aparece da parte inferior da tela, e quando apertamos Home, ele volta para a parte inferior, de onde surgiu. Claro que estas animações não são uma inovação. Já víamos algo semelhante no Windows Phone, por exemplo, mas com certeza estes efeitos dão uma impressão de que o sistema está rodando de uma maneira mais leve, mais fluida.

Android-5.0-Lollipop-DSC07203

Ainda falando sobre o visual do novo sistema, o Material Desgin trouxe alterações nos ícones e nos próprios aplicativos. Todos os apps nativos do sistema, além de vários apps da Google, foram totalmente remodelados baseados na nova interface. Um dos aplicativos merece uma atenção especial: as configurações do sistema foram totalmente reorganizadas. Além da aparência muito mais bonita, o acesso a qualquer configuração está bem mais prático. Outro aplicativo que teve uma mudança interessante foi o Relógio, que muda a cor de fundo de acordo com o horário. Além disso, alguns aplicativos mudam a cor da barra de notificações. O menu de aplicativos também recebeu mudanças no visual, e agora possui um fundo branco, que se sobrepõe à tela inicial, lembrando folhas de papel.

Muito além do visual

Uma atualização de sistema não vive apenas de design, é preciso melhorar algumas funções, e uma delas foi a central de notificações. Deslizando o dedo para baixo uma vez, temos acesso às notificações, em um formato que lembra os cards do Google Now. Se você pressionar a notificação por algum tempo, ela mostra qual aplicativo que a está exibindo, assim, é possível ir diretamente ao aplicativo. Deslizando mais uma vez para baixo, surge um pequeno menu de configurações rápidas, com uma barra de regulagem do brilho, opções para ativar ou desativar Wi-fi, bluetooth, localização, entre outros. Também temos um ícone com acesso às configurações do sistema, gerenciamento de bateria, relógio e configurações de Wi Fi. Basicamente, tudo aquilo que havia no Kit Kat, mas exibido de uma forma mais prática. Se você estiver com pressa, é possível acessar diretamente as configurações rápidas deslizando com dois dedos.

lock-screen-notifications-android-lollipop

A tela de bloqueio também mudou em relação ao Kit Kat. Ela está mais simples, mais minimalista do que no Kit Kat. A grande diferença fica por parte das notificações, que aparecem na forma de cards na tela de bloqueio. Há a opção de ocultar o conteúdo das notificações, e só poder visualizar com senha. Para desbloquear a tela, basta deslizar par cima. A nova tela também da acesso à camera e ao discador.

O gerenciador de tarefas recebeu uma boa repaginada. Os aplicativos agora são exibidos como se fossem cartas, e tem uma animação bem interessante quando se navega entre eles, como se estivessem flutuando. As abas do Google Chrome são exibidas como aplicativos em segundo plano, ou seja, para trocar de aba é preciso ir no gerenciador de tarefas. Isso é interessante, mas é difícil definir se é uma melhoria ou não. Para fechar os aplicativos, mesma coisa que no Kit Kat, basta deslizar para qualquer lado.

Outra função do sistema que foi remodelada foi o Google Now. O visual do serviço foi alterado, e os cards agora são exibidos com uma barra em cima. Sinceramente, Google, seria melhor deixar como estava, porque no Kit Kat o Google Now era mais bonito.

Uma novidade muito interessante do Lollipop é a possibilidade de alterar entre usuários. Lá no menu de configurações rapidas há um ícone com seu usuário. É possível criar um usuário apenas para visitantes, assim, você pode deixar outras pessoas mexerem no seu smartphone, instalar sus próprios apps, ou coisas do tipo, sem acessar seus dados, aplicativos e outras coisas pessoais.

Pressionando o botão de volume, temos agora três perfis de notificação. Um deles regula o volume para todas as notificações, assim, qualquer tipo de notificação vai reproduzir algum som. O modo prioridade fará com que apenas as notificações que o usuário deseja reproduzam som, por exemplo, chamadas e alarmes. É possível configurar o que é prioridade neste modo. E há também o modo sem nenhuma interrupção, onde nem mesmo alarmes vão reproduzir som. O modo prioridade e o silencioso possuem uma configuração de tempo, interessante por exemplo para a hora de dormir, trabalho, escola, entre outros.

Android-5.0-Lollipop-Battery-saver

Um recurso que foi totalmente aprimorado foi a economia de bateria. Quando ativada, o sistema desativa todas as animações e todo tipo de transparência. A barra de notificações e a parte inferior ficam laranja, o que de certa forma ajuda a não esquecer que você está na economia de bateria. Você provavelmente vai usar esse recurso apenas para emergências muito urgentes, pois o sistema fica muito travado, o desempenho reduz demais, mas funciona! A duração da bateria aumenta consideravelmente.

Uma novidade do sistema, que é algo totalmente novo e, no mínimo curioso, é o recurso de fixação de tela. Este recurso faz com que apenas um aplicativo seja exibido na tela. Por exemplo, seu amigo pede para fazer uma ligação. Você quer garantir que ele vai fazer apenas uma ligação, e evitar que ele entre na loja e compre um aplicativo de 400 dólares com a sua conta.

Basta ir nas configurações e ativar a fixação de tela. Então você vai no aplicativo desejado, no caso o de chamadas, abre o gerenciador de tarefas, e no canto inferior aparecerá um icone de alfinete, basta clilcar nesse ícone e pronto, seu amigo não poderá sair do aplicativo de chamadas. Para desativar a fixação de tela, basta pressionar o botão de voltar e o de gerenciador de tarefas ao mesmo tempo, mas também é possível colocar uma senha.

Resumindo…

O Android Lollipop é uma atualização gigante, cheia de novidades. O Material Design deixou o sistema com uma cara moderna, muito mais bonito. As animações fizeram o sistema ter uma aparência e um funcionamento mais fluido. Mas é claro que um sistema não vive apenas de design: tivemos melhorias nas notificações, configurações, além de algumas funções muito interessantes, como trocar de usuário ou fixar um aplicativo na tela.

Abner Horn

I'm a tech lover!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.