Somente bancos e antivírus poderão ver quais apps estão instalados no Android

Vários aplicativos podem verificar os outros apps instalados nos smartphones com o sistema Android. Em breve o Google vai permitir que apenas alguns serviços façam essa checagem.

O Google quer oferecer mais segurança aos usuários do Android, para isso a empresa vai limitar a permissão QUERY_ALL_PACKAGES. Pois, alguns desenvolvedores podem usar esse privilégio para colher dados pessoais, fazer publicidade ou espionagem.

A nova medida foi adiada por conta da pandemia. No entanto, dia 5 de maio entrará em vigor. Depois dessa data nos celulares a partir do Android 11, somente apps de bancos ou antivírus terão permissão para verificar quais os apps estão instalados no aparelho.

Em um comunicado o Google disse: Os apps que têm acesso a essa permissão precisam obedecer às políticas de dados do usuário, incluindo os requisitos de divulgação e consentimento em destaque, e não podem estender o uso para fins não divulgados ou inválidos. Os apps que têm uma finalidade essencial verificável que envolve recursos financeiros (por exemplo, bancos dedicados e carteiras digitais dedicadas) podem ter uma ampla visibilidade dos apps instalados somente para fins de segurança. Os apps que não atenderem aos requisitos da política ou não tiverem um formulário de declaração enviado poderão ser removidos da Google Play.

O sistema Android pode compartilhar até 1 MB de dados com o Google em cada 12 horas. Porém, o assessor da Google disse que essas informações estão erradas.

O pesquisador Douglas J. Leith explicou que o sistema iOS compartilha 20 vezes menos informações com a Apple, do que o Android com o Google. A Apple em cada 12 horas pode enviar até 52 KB. A assessoria da empresa rebateu dizendo que o iOS é totalmente transparente sobre os dados coletados.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.