China não concorda com venda forçada do Tiktok para os EUA

Parece que a China não gostou muito da decisão tomada pelo presidente dos Estados Unidos Trump de banir o aplicativo Tiktok do país até terça-feira, se não houver o acordo oficial. O país não aceita que a venda seja do jeito que está sendo imposta.

Autoridades chinesas de Pequim divulgaram que a China prefere que o app seja retirado dos EUA, do que seja forçado a fazer a venda.

Veja uma das declarações do porta-voz chinês: “Para muitas autoridades em Pequim a venda do TikTok é um sinal de fraqueza perante à pressão de Washington. Por isso, a única solução é deixar o aplicativo ser banido.”

Zhao Lijian, porta-voz chinês, acredita que o país norte-americano está colocando sobre as empresas de outros países punições por não fazer o que o eles querem.

O Tiktok tem meios em que pode ser vendido para qualquer empresa de qualquer país, até para os Estados Unidos, mesmo a China se opondo a decisão da rede social que mais faz sucesso no mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.